|

quinta-feira, setembro 21, 2006

Ainda o caso do Papa.

No Público de hoje há dis textos interessantes sobre o caso do Papa e a nova censura.
Pacheco Pereira escreve (texto completo aqui):

"A frase que devia verdadeiramente irritar os fundamentalistas muçulmanos não é a que citaram, mas outra, do mesmo imperador: "Não agir segundo a razão, não agir segundo o logos, é contrário à vontade de Deus". Esta sim, pode ser entendida como um ataque ao islão de hoje, porque resulta expressamente do desenvolvimento do pensamento do Papa que com ela se identifica."

Do artigo de Anna Applebaum (texto completo aqui):

"Os fanáticos que atacam o Papa já limitaram esse direito à liberdade de expressão aos seus próprios seguidores. Não vejo por que deveríamos deixá-los limitar também o nosso direito à liberdade de expressão."

Infelizmente são poucos a remar contra a maré da autocensura e capitulação...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com